terça-feira, 1 de julho de 2008

O cocô fala




Você nunca se sentiu incomodado por estar "trancado"? Numa linguagem mais chula, ficou um tempo sem conseguir cagar? Pois é, além de causar um mal-estar, afeta o lado psicológico. O cara fica meio chateado, não consegue fazer as coisas direito, parece que carrega um peso nas costas (neste caso, literalmente)...

E descobriram, mesmo, o valor do marronzinho (ou begezinho, se você estiver com "churrio"). Tanto que os norte-americanos Anish Sheth e Josh Richman lançaram o livro O que Seu Cocô Está Dizendo a Você - Montes de Fatos Importantes Sobre a sua Saúde. Uma crítica de Ludmilla Balduino no UOL Tablóide dá uma idéia do quão sensacional foi escrever sobre merda, mesmo que seja para depois alguém dizer que a obra é uma merda.


Da resenha de Ludmilla tiro algumas coisas sensacionais. A começar por uma parte da introdução do livro: "Ainda que não seja uma conquista facilmente alcançável, essa espécie de 'Cocô-Foria' nos proporciona um êxtase, uma sensação de invencibilidade, que alguns já comparam com uma iluminação mística".

Vejam alguns tipos de cocô classificados pelos autores: "Os Que Flutuam e Os Que Afundam", "O Cocô Empedrado", "O Pingente", "O Cocô Que Põe Fim à Lua-de-Mel", "Cocô Já-Te-Vi" (também chamado de "Hambúrguer Vegetariano" ou "Sobras de Ontem"), "Número 3" (Fazer Xixi por Trás, Cocô Líquido, As Grandes Corredeiras etc)... Sabem qual personagem do livro explica tudo isso? O Dr. Barroso kkkkkkkkkkkk

Para quem despreza o que sai da bunda e dá descarga sem nem dar tchau, é bom repensar seus conceitos. E tem o lado lúdico também: vai dizer que o cocô não é um bom amigo com quem se poder falar merda. Dizer porra nenhuma já fica complicado. Dar uma mijada em alguém também é muito grosseiro. Tá, exagerei na escatologia. Mas, pensando bem, me fez bem escrever esse post. Que está uma merda.

(agradecimento ao Deni por essa descoberta)

O livro já está venda por aí a R$ 17,90, é só jogar no Google que você acha.
Leia o release da editora aqui.

6 comentários:

Tati Py disse...

Sensacional!
Vou comprar esse livro djá, me preparando para a próxima caganeira

Caroline Kleinübing disse...

e no meio da delimitação do meu 16751264561 projeto de monografia (esse é o final!) resolvi passar aqui pra me distrair.
foi o máximo.
bjão tigre!

Cor de rosa e carvão disse...

Eu sempre dou tchauzinho para o meu cocô. Vou confessar: acho ele geralmente lindo! Acho até que vou comprar uma merda dessas, para saber como ele é na intimidade, he he he. El Tigron...

Cor de rosa e carvão disse...

Eu sempre dou tchauzinho para o meu cocô. Vou confessar: acho ele geralmente lindo! Acho até que vou comprar uma merda dessas, para saber como ele é na intimidade, he he he. El Tigron...

vitor disse...

tigre, a vida mudou depois que passei a tomar um iogurte activia por dia - e olha que não recebo nada pela propaganda...
:o)

Anônimo disse...

talvez foi a partir da observação do cocô que saiu a expressão "fulano tá enfezado", pra dizer que o referido sujeito tá mau humorado, chato e tal.